Interrupção da WestJet cancelou mais de 200 voos

A WestJet diz que mais de 200 voos foram cancelados após uma interrupção do sistema no fim de semana e que mais atrasos e cancelamentos “serão necessários” nos próximos dias.

A interrupção foi resultado de um “problema de resfriamento” no principal data center da companhia aérea, de acordo com uma mensagem aos passageiros divulgada no domingo por Diederik Pen, vice-presidente executivo e diretor de operações da WestJet.

Embora Pen afirme que o problema foi resolvido, sua declaração também reconhece que os sistemas de tecnologia da empresa “ainda experimentam alguma instabilidade”.

“Infelizmente, devido à escala do impacto na rede de ontem, continuamos a ver interrupções residuais”, disse Pen no comunicado.

“Mais atrasos e cancelamentos nos próximos dias serão necessários, pois trabalhamos diligentemente para retomar as operações”.

CULPA SISTEMA DE AR ​​CONDICIONADO

Em entrevista ao CTV News Channel no domingo, Pen explicou a questão do resfriamento, dizendo que o sistema de ar condicionado do data center da empresa foi desligado por volta do meio-dia de sábado e não pôde ser reiniciado.

“Como resultado, todo o nosso data center de TI superaqueceu e desligou”, disse Pen. “É o coração do nosso sistema e, infelizmente, levou nove horas para o sistema ser reiniciado.”

Pen disse ao CTV News Channel que houve 144 voos cancelados no sábado e 100 no domingo, uma interrupção significativa que ele disse que continuaria a impactar o sistema da empresa nesta semana.

Quando perguntado quantos dias ele achava que levaria para a WestJet voltar ao normal, Pen se recusou a oferecer um prazo específico.

“Eu não quero fazer promessas falsas”, disse ele. “Achamos que levará amanhã e potencialmente depois de amanhã para que tudo volte ao normal e estável”.

Ele disse que cerca de 6.500 hóspedes afetados pelos cancelamentos ainda não foram reservados, e a companhia aérea está adicionando voos à sua programação sempre que possível para acomodá-los.

“EXAME COMPLETO” DO INCIDENTE PLANEJADO

A companhia aérea disse que a interrupção afetou sua capacidade de compartilhar informações com os passageiros.

Muitos clientes usaram as mídias sociais para desabafar sua frustração, dizendo que esperaram nas filas por horas e, portanto, perderam conexões.

Eles também criticaram a companhia aérea por sua falta de comunicação sobre o que estava acontecendo, Pen reconheceu em sua declaração e em sua entrevista à CTV News.

“Em nome de toda a equipe da WestJet, pedimos sinceras desculpas a todos os hóspedes por essa interrupção imprevista em seus planos de viagem e o impacto resultante nas comunicações, afetando nossa capacidade de transmitir informações”, disse Pen. “Lamentamos profundamente os eventos extraordinários deste fim de semana que nos impediram de fornecer a experiência que nossos clientes merecem”.

A companhia aérea diz que está “atualmente experimentando volumes muito altos” em seus canais de suporte por telefone, e-mail e mídia social, e está pedindo aos clientes que verifiquem o aplicativo WestJet ou o site da empresa para obter informações atualizadas sobre seus voos.

“Para ajudar os clientes com planos de viagem iminentes, pedimos a todos os outros clientes que evitem entrar em contato conosco até 72 horas antes do voo para garantir que possamos priorizar as chamadas”, disse Pen.

“As opções de realocação para todos os clientes afetados serão comunicadas por e-mail o mais rápido possível. Infelizmente, não podemos ajudar os clientes que chegam aos nossos aeroportos para realocação.”

Pen disse que a companhia aérea está realizando uma “revisão completa” do incidente.